T-SBUR2 Radar ADSB localizado em Uberaba alcance raio de 400 Km

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Azul anuncia Airbus A350 e confirma voos ao exterior

A Azul Linhas Aéreas anunciou nesta manhã em Campinas uma encomenda de 11 aeronaves dos modelos Airbus A330-200 e A350-900. As aeronaves marcam a internacionalização da companhia e irão operar voos de Campinas para os Estados Unidos, já a partir do primeiro trimestre de 2015. As ligações serão feitas inicialmente pelos Airbus A330 até que sejam recebidos os novos A350, em 2017.

"Nossa intenção é proporcionar uma experiência inovadora, acessível e surpreendente aos brasileiros, que poderão eleger uma companhia de bandeira nacional para viajar internacionalmente" afirmou a Azul em comunicado.

Os Airbus A330 começam a chegar imediatamente e serão utilizados em voos domésticos de longa duração até o próximo ano, quando iniciam os serviços internacionais. Tanto o modelo como os A350 serão equipados com motores Rolls Royce Trent. A fabricante de motores anunciou ainda um contrato de serviços e manutenção de US$400 milhões com a companhia brasileira.

Airbus - Divulgação
Airbus A350 - O modelo que também vai voar na TAM a partir de 2017 é o mais novo integrante da Azul.

O Airbus A350

O primeiro voo do Airbus A350 aconteceu em junho de 2013 e acumula mais de 800 encomendas de 39 companhias aéreas do mundo. A família foi projetada com três versões - 800, 900 e 1000, com capacidade que variam de 250 a 350 passageiros. O fabricante europeu promete uma economia de combustível da ordem de 8% em relação ao principal concorrente, o Boeing 787 Dreamliner. O primeiro Airbus A350-900 será entregue para o cliente lançador, a Qatar Airways, com entrega prevista para 2015.

Azul - Divulgação
Divulgação das novas aeronaves nas redes sociais.


“Somos hoje a companhia que melhor integra todo o Brasil. Com 104 destinos servidos no mercado doméstico, vamos alimentar vigorosamente os voos internacionais, unindo todo o Brasil ao mundo com conexões eficientes e serviços frequentes”, diz David Neeleman, Fundador e CEO da Azul. “Esse sempre foi um pedido de nossos Clientes. Por isso, queremos proporcionar uma nova experiência nos voos internacionais, com segmentação de tarifas e serviços, seguindo o que estamos fazendo em todo o país.” finalizou o executivo.