T-SBUR2 Radar ADSB localizado em Uberaba alcance raio de 400 Km

segunda-feira, 18 de maio de 2015

​Legacy 500 da Embraer estabelece quatro recordes mundiais de velocidade





Genebra, Suíça, 18 de maio de 2015 – A Embraer Aviação Executiva anunciou hoje que o Legacy 500, jato executivo da categoria midsize recém-chegado ao mercado, estabeleceu neste ano quatro recordes mundiais de velocidade em sua classe.

“Esses recordes de velocidade comprovam o desempenho excepcional do Legacy 500. A aeronave, que já havia atingido ou superado cada um dos seus objetivos de projeto para a certificação, demonstra agora toda sua capacidade operacional, incluindo travessias oceânicas”, disse Marco Túlio Pellegrini, Presidente & CEO da Embraer Aviação Executiva. “O Legacy 500 é de fato o melhor jato da sua classe, que entrega uma impressionante combinação de conforto, tecnologia avançada, velocidade e alcance a um baixo custo operacional”.

Os dois primeiros recordes foram conquistados em “Speed over a Recognized Course (Velocidade sobre Rota Reconhecida, em tradução livre), durante o trajeto de ida e volta com seis passageiros a bordo, entre as cidades americanas de Oakland, na Califórnia, e Lihue, no Havaí, distantes 3.954 km (2.135 milhas náuticas). O voo para Lihue foi completado em 5 horas e 49 minutos, a uma velocidade média de 676 km/h (420 mph), em 7 de março. O retorno ocorreu em 4 horas e 11 minutos, a uma velocidade média de 943km/h (586 mph).

O terceiro recorde de velocidade estabelecido pelo Legacy 500 foi no voo para Friedrichshafen, na Alemanha, partindo do aeroporto de Bangor, no estado americano do Maine. A viagem de 5.945 km (3.210 milhas náuticas) foi completada em 6 horas e 50 minutos, com três ocupantes a bordo.

O último recorde foi quebrado durante o voo entre Düsseldorf, na Alemanha, e Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, em uma distância de 6.052 km (3.268 milhas náuticas), a maior já percorrida pelo Legacy 500. A duração do voo foi de 7 horas e 3 minutos e a aeronave chegou ao destino com uma reserva de combustível de 861 kg (1,900 lb). A média final de consumo nessa missão foi de apenas 721 kg por hora (1,590 lb).

As informações sobre esses voos serão enviadas para a Federation Aeronautique Internationale, na Suíça, para a oficialização como recordes mundiais, logo após a confirmação final da National Aeronautic Association, órgão responsável por homologar todos os recordes estabelecidos nos Estados Unidos. Em todas as quatro quebras de recordes de velocidade, o Legacy 500 completou a missão com reservas de combustível NBAA IFR.




Sobre o Legacy 500

O Legacy 500 tem a melhor cabine de passageiros da sua categoria, com 1,82m de altura, similar às de algumas aeronaves na categoria super midsize. Oito poltronas podem ser convertidas em quatro leitos para repouso completo em uma altitude equivalente de cabine de 6.000 pés. O sistema de entretenimento a bordo inclui vídeo de alta definição, som surround, várias opções de entrada de áudio e vídeo, sistema de gerenciamento de cabine, e três opções de comunicação de voz e conectividade.

O Legacy 500 é o primeiro jato midsize totalmente equipado com sistema de comandos de voo digital, baseado na tecnologia full fly-by-wire, com manche lateral de controle (sidestick) e a suíte de aviônicos Rockwell Collins Pro Line Fusion em quatro telas planas LCD de alta resolução, de 15 polegadas, completamente digital, com planejamento gráfico de voo, além de opções como autobrakes, e o E2VS (Embraer Enhanced Vision System), o qual combina o Head Up Display (HUD) e o Enhanced Vision System (EVS).



O Legacy 500 é capaz de voar a 45.000 pés (13.716 m) de altitude e é equipado com dois motores Honeywell HTF7500E, os mais ecológicos de sua classe. Decolando de uma pista tão curta quanto 4.084 pés (1.245 m), o Legacy 500 tem um alcance de 3.125 milhas náuticas (5.788 quilômetros), com quatro passageiros a bordo, nas condições NBAA IFR, o que permite voos sem escalas, de São Paulo a Caracas (Venezuela), Los Angeles (EUA) a Honolulu (Havaí), Teterboro (EUA) a Londres (Inglaterra).